João Pedro Machado

Paisagem Efémera

“Paisagem Efémera” centra-se na albufeira criada aquando da construção da barragem do Lindoso em 1992, onde as águas galgaram campos de cultivo e  aldeias tanto em território português como espanhol.
Entenda-se por efémero tudo o que é transitório ou de pouca duração, existem na Natureza criaturas efémeras cuja existência só dura um dia, foi também a Natureza que revelou as margens do Rio Lima outrora esquecidas, revelando as memórias afogadas sob as águas frias e escuras, que através da fotografia tornaram-se infinitas para depois voltarem a desaparecer.
A causa deste acontecimento deveu-se à seca extrema e sem precedentes que teve lugar na Península Ibérica no ano de 2017. Há quem afirme que foi o resultado de um evento pontual, outros mostram uma certa preocupação. Seja como for verificou-se uma manifestação de um clima em mudança causador de transformações na paisagem, encurtando distâncias entre países e remetendo-nos para um problema global que não conhece fronteiras.
Margens Galegas e Minhotas surgem lado a lado e testemunham o ressurgimento desta paisagem sem céu, só com o azul escuro da água e o branco seco das margens do rio.

-----

en

Ephemeral Landscape

 "Ephemeral landscape" is focused on the reservoir created when the Lindoso dam was built back in 1992, in which the waters reached farming fields and villages in both Portuguese and Spanish territory.
The meaning of ephemeral embraces everything that is transient or of short duration, there are in Nature ephemeral creatures whose existence lasts only a day, it was also Nature that revealed the banks of Lima River once forgotten, revealing the memories drowned under the cold and dark waters, that through photography became infinite and then disappeared again.
What caused this event was the extreme and unprecedented drought that took place in the Iberian Peninsula in the year 2017. Some say that it was the result of a one-off event, others show a certain concern. Be that as it may, there has been a manifestation of the climate changing that causes transformations in the landscape, shortening distances between countries and referring us to a global problem that knows no borders.
Spanish and Portuguese riverbanks appear side by side and witness the resurgence of this landscape with no sky, only with the dark blue of the water and the dry white of the banks of the river.

 

Built with Berta.me

João Pedro Machado ©